NED Training Centre Trip to Morocco 2018.

Marrocos, uma incrível viagem ao deserto

Tradução: Patricia Costa Freire

Marrocos é um daqueles países que te surpreende, não só pela sua cultura e tradições, mas também pelas suas belas e mais variadas paisagens. Diferentemente do imaginário, não consiste apenas em solo seco e rochoso, há  muitas outras maravilhas para descobrir.

A viagem, na qual 36 estudantes participaram de uma aventura única e desconhecida, começou no domingo, dia 9 de setembro de 2018 e terminou quatro dias  após, no dia 13. Como todos nós não viajamos no mesmo voo, os primeiros viajantes chegaram à Marrakesh às 12h25, enquanto outros chegaram no segundo vôo às 14h30.

No aeroporto, Sayd, o nosso guia, e os seus colegas estavam nos esperando para nos levar ao hotel. Ao chegarmos lá, tomamos banho e deixamos nossas coisas e saímos diretamente para descobrir a cidade. E é aí que as primeiras aventuras começaram.

Arrival at Marrakech Airport

O centro da cidade é muito comercial. Coisas tão simples como tirar uma foto com um macaco envolvem dinheiro e negociações. Provavelmente a primeira coisa que chama a atenção é a insistência dos moradores para vender os seus produtos e pechinchar com os turistas. Até parece uma brincadeira, já que todos parecem se divertir. Isto com certeza é mais uma característica de suas tradições.

 

Marrakesh não é uma cidade cara para turistas. Em geral, o alojamento, alimentação, transporte, pontos turísticos, lembranças, etc., são mais baratos do que em outros destinos. Assim, o seu orçamento não sofrerá, a não ser que você caia em tentação, já que há uma variedade de produtos. Em sua maioria consistindo do artesanato e da agricultura do país. Você pode encontrar desde trabalhos artesanais feitos de metal, madeira, pedra, lã, couro e etc., aos mais ricos sucos de frutas. Sim, porque apesar do que muitas pessoas pensam, essas terras têm uma infinidade de bens e tudo lá pode e é fabricado e comercializado.

Você pode encontrar desde trabalhos artesanais feitos de metal, madeira, pedra, lã, couro e etc., aos mais ricos sucos de frutas
Você pode encontrar desde trabalhos artesanais feitos de metal, madeira, pedra, lã, couro e etc., aos mais ricos sucos de frutas

Outro atrativo que vale a pena mencionar é a arquitetura da cidade. Quase todos os seus edifícios são avermelhados, pois a argila vermelha é o material mais utilizado na construção civil, porque além de ser o econômico, mantém no interior das casas fresco.

Essa cor dá um estilo único, um destaque nas paisagens das cidade e das pequenas vilas aos redores, que às vezes se misturam perfeitamente entre as montanhas e as planícies do deserto. A quantidade de prédios abandonados ou semi-construídos também chamou a nossa atenção, já que muitas pessoas não conseguem a soma total para pagar pelo o acabamento das suas casas, assim muito deles acabam mudando para casas inacabadas.

A quantidade de prédios abandonados ou semi-construídos também chamou a nossa atenção
A quantidade de prédios abandonados ou semi-construídos também chamou a nossa atenção

No segundo dia, depois de um café da manhã bem farturento rumamos para nosso próximo destino: as montanhas de Atlas. Estas montanhas nos presentearam com paisagens maravilhosas, ar fresco e a possibilidade de nos desconectarmos do mundo. Foi incrível.

Após o almoço, fomos à Kasbah Ait Ben Haddou, uma antiga cidade que era, no passado, era uma aldeia fortificada, porém hoje só restam quatro famílias como habitantes. É um lugar mágico onde vários filmes famosos foram gravados, como Sodoma e Gomorra (1962), A Jóia do Nilo (1985),A Múmia (2017), O Gladiador (2000) e etc. E mais recentemente, a série de TV Game of Thrones (2011).

A caminho do nosso hotel em Ouarzazate, continuamos a nos maravilhar com as paisagens, vendo um belo pôr do sol quando passamos entre várias cidades pequenas. Quando chegamos ao hotel, fomos recebidos pelos anfitriões com uma deliciosa refeição feita com frango, cuscuz e legumes. Após termos nos alimentado, seguimos prontos para relaxar e recuperar as nossas força para o dia seguinte.

No terceiro dia continuamos nosso passeio pelas montanhas do Alto Atlas para ver Dades e Todgha Gorges, profundos desfiladeiros, ambos esculpidos pelos rios Todgha e Dades. Passamos também pelo Vale das Palmeiras, Vale do Dades e Vale das Rosas, que leva esse novo por se tornar completamente rosa durante a Primavera, antes de chegar às infinitas dunas do Saara.

Chegamos ao deserto depois das 5 da tarde. Os dromedários, que são animais incrivelmente amigáveis, estavam nos esperando para começar a nossa jornada pelo Deserto do Saara. O deserto era lindo em suas areias, forma, silêncio e animais. Foi um momento realmente mágico.

Depois de uma hora, finalmente chegamos onde as nossas barracas estavam localizadas. Nossa vila de tendas era muito bem equipada e protegida; nós até conseguimos ter banheiros e chuveiros à nossa disposição. Na chegada, fomos convidados a praticar sandboard ao longo das dunas, o que quase ninguém resistiu.

Tendo tomado banho, estávamos prontos para desfrutar de um banquete muito rico preparado especialmente para nós pelos nossos anfitriões. Depois disso, era a hora de relaxar. Nós desfrutamos de uma pequena demonstração musical dos músicos locais que tocaram música africana, a qual nós dançamos ao redor da fogueira que dava à atmosfera perfeita para fechar o nosso penúltimo dia de aventura.

O café da manhã seguinte foi muito cedo, embora extremamente delicioso. Nós tivemos a opção de voltar nos dromedários ou em um carro 4×4, deixando e acrescentando ao mesmo tempo uma bela experiência como antes.

Em nosso caminho de volta à Marrakech, visitamos o Atlas Studios, uma famosa produtora de filmes e algumas outras atrações turísticas. A viagem de regresso à Marraqueche não foi curta, por isso tivemos algumas pausas para esticar as pernas, almoçar e usar o banheiro.

Ao anoitecer, quando estávamos nos aproximando da cidade, felizmente tivemos a chance de testemunhar uma tempestade à distância; o céu estava assombrosamente espetacular. Chegando ao hotel, tivemos tempo suficiente para passear pelo centro da cidade mais uma vez, tomar um banho e esperar o serviço de transfer que nos levaria às 3 da manhã para o aeroporto e daria um fim à nossa aventura naquelas terras mágicas.

Resumidamente, foi uma experiência única que, com toda a certeza, recomendo a todos que tenham coragem. Marrocos não só nos deixou fotografias de paisagens e histórias inesquecíveis para contar, mas também nos mostrou um estilo de vida diferente e nos ensinou que há muito afora, no mundo real, do que dentro de uma TV ou uma revista de viagens. Não é preciso dizer que uma coisa é o que as pessoas dizem, e outra é experimentar você mesmo. Então, vá e explore, há muitas possibilidades esperando por você.

 

_________________________________________________

Este blog pertence à NED Training Centre. Você sonha em estudar inglês e avançar na sua carreira profissional? Fale com a gente! http://www.ned.ie 🇮🇪 ✈ 🇮🇪 Invista no seu futuro! – – ☎ +353 (0) 1 8783047
📩 info@ned.ie 💬FB Messenger

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *